Complexidade Irredutível

Complexidade Irredutível

 
Você está aqui: A Jornada >> Complexidade Irredutível

Complexidade Irredutível
Michael Behe, bioquímico atualmente ensinando na Universidade de Lehigh, apresentou um termo para descrever o fenômeno da concepção inerente às máquinas moleculares, tais como o motor flagelar bacteriano -- "Complexidade Irredutível" -- "um sistema único composto de várias partes que se encaixam e interagem perfeitamente, contribuindo assim à sua função básica e onde a remoção de qualquer uma das partes faz com que o sistema pare de funcionar eficazmente." 1

Como um motor mecânico, cada peça no motor flagelar é absolutamente necessária para o seu funcionamento completo. Portanto, eu não posso deduzir logicamente qualquer explicação naturalista, gradual e evolutiva para a existência de um flagelo bacteriano. Além disso, ninguém esperaria que um motor de popa, seja mecânico ou biológico, fosse o produto de uma montagem aleatória de peças. Os motores de popa são muito bem projetados e desenvolvidos!

Claro que eu só peguei um exemplo. O flagelo bacteriano é apenas um entre muitos milhares de máquinas moleculares intrincadas e bem projetadas. Além disso, considere esses mesmos princípios de design e de "complexidade irredutível" e aplique-os a maravilhas como o olho humano, orelha, coração, pulmões e cérebro. Falando sério, como podemos explicar logicamente o desenvolvimento gradual e aleatório destes sistemas complexos?

E o coração humano? É uma bomba hidráulica milagrosamente eficiente e durável que nenhum engenheiro poderia sequer sonhar em produzir ...

    E o cérebro humano? O cérebro é um sistema de computador legítimo, 1.000 vezes mais rápido do que um supercomputador Cray e com mais ligações do que todos os computadores, sistemas de telefonia e aparelhos eletrônicos em todo o planeta ...2
Aguarde um pouco. Lembro-me de Darwin dizendo algo sobre isso ...
    Se pudesse ser demonstrado que algum órgão complexo existiu e que não poderia ter sido formado por leves modificações numerosas e sucessivas, minha teoria seria absolutamente destruída. 3
OK, usando as palavras do próprio Darwin, vamos nos aprofundar ainda mais e observar um desses órgãos complexos - o olho humano ...

Próxima página!

1 Michael J. Behe, Darwin's Black Box: The Biochemical Challenge to Evolution, Simon & Schuster, 1996, 39.

2 Eastman and Missler, The Creator Beyond Time and Space, 80.

3 Charles Darwin, On the Origin of Species by Means of Natural Selection, or the Preservation of Favoured Races in the Struggle for Life (comumente conhecido como "A Origem das Espécies"), Bantam Books, 1999 (cópia da obra original de 1859), 158.


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Perspectivas Científicas de Enxergar o Mundo

Geração Espontânea
Estrutura da Célula
Evolução e o Registro Fóssil
Complexidade Irredutível
Milagre da Vida
Registro Fóssil
Charles Darwin
Problemas com o Registro Fóssil
O olho humano
Conteúdo adicional ...

Perspectivas Filosóficas de Enxergar o Mundo
O que a Bíblia declara ser verdade?
Teísmo
Fundadores dos Sistemas de Crenças
Religiões Mundiais
Descubra a verdade
Assuntos populares
Desafios da vida
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Complexidade Irredutível to My Google!
Add Complexidade Irredutível to My Yahoo!
XML Feed: Complexidade Irredutível
A Jornada Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutTheJourney.org, Todos os direitos reservados.